Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Os receptores

O reconhecimento do hormônio pela célula efetora requer a presença de receptores específicos. Segundo a natureza química do hormônio, os receptores podem localizar-se na membrana citoplasmática ou no interior do citoplasma.

 
 
 
De acordo com a concentração do hormônio, a resposta será mais ou menos intensa.
 
Regulagem da ação hormonal

A regulagem da secreção dos vários hormônios é um mecanismo complexo chamado feedback negativo. O feedback (traduzido como "retroalimentação") acontece quando o próprio produto final da ação do hormônio inibe a sua secreção. Por inibir a ação do hormônio, trata-se de um feedback negativo.

Após uma refeição, por exemplo, a quantidade de glicose no sangue tende a aumentar. Com esse aumento, o pâncreas é estimulado a secretar a insulina, que irá fazer com que essa glicose em excesso seja absorvida ou armazenada. Com os níveis de glicose baixos, a secreção da insulina é inibida e o glucagon, outro hormônio secretado pelo pâncreas, é liberado para estimular a quebra das reservas de glicogênio no fígado para que seja convertido em glicose, quando o organismo necessita de energia. Quando o nível de glicose atinge um ápice, a liberação do glucagon é inibida e novamente a insulina é secretada, fechando esse ciclo.

O hormônio insulina tem o papel de diminuir o nível sanguíneo do açúcar (glicose) quando ele está acima do normal. Essa glicose pode ser transformada em glicogênio (no fígado) ou em moléculas de gordura, que são armazenadas no tecido adiposo.
 



Anterior Início