Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

As fraturas

A imagem da esquerda ilustra uma fratura. À direita, pode-se observar o calo, depois que a fratura foi restaurada
Os ossos têm a capacidade de se recompor quando ocorre alguma fratura.

Os fragmentos se soldam graças à proliferação das células do tecido ósseo, que elaboram uma substância que reúne os fragmentos. Para que essa reconstituição ocorra, os fragmentos não podem estar fora de seus lugares.

Depois que os fragmentos se soldam, a área da fratura se torna visível nas radiografias, como uma região mais espessa que recebe o nome de calo.
 







As cartilagens

As cartilagens têm diversas funções: revestem as superfícies articulares, facilitando a sua movimentação; formam os discos intervertebrais e os meniscos articulares; oferecem apoio a determinadas estruturas (como as orelhas).

As cartilagens são formadas por células chamadas condrócitos e por uma substância intercelular formada por fibras sintetizadas pelos condrócitos. Existem dois tipos de cartilagem: a hialina (que reveste as superfícies articulares) e a fibrosa (discos intervertebrais).


Para lembrar:
As cartilagens são constituídas por um tipo de tecido conjuntivo dotado de grande resistência elástica e localizam-se em determinadas áreas do corpo humano.

 

Clique na figura e veja a articulação do joelho
As articulações do esqueleto


As articulações são zonas de união entre dois ossos que permitem certos tipos de movimento. Algumas articulações proporcionam o movimento em todos os sentidos, como as dos quadris, que permitem cruzar, abrir, deslocar as pernas. Outras articulações permitem apenas determinados movimentos, como as dos joelhos e dos cotovelos, que funcionam como dobradiças.

Para lembrar:
As articulações permitem a movimentação do esqueleto.


 



Anterior Início Próxima