Busca  
  Corpo humano   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Vírus e bactérias

Várias doenças sexualmente transmissíveis são causadas por vírus e bactérias. Algumas são fáceis de tratar, porém outras, por mostrarem sintomas tardios ou até não apresentarem sintoma, são muito difíceis de diagnosticar.

Clamídia
 
É a DST de maior incidência mundial. Provoca corrimento às vezes acompanhado de pus, tanto no homem como na mulher, e ardor ao urinar; porém, pode também ser assintomática. Quando não tratada, a clamídia pode levar à esterilidade. Essa doença é facilmente curada com antibióticos, pois a bactéria causadora – Chlamydia trachomatis – é destruída durante o tratamento. Mais uma vez o uso do preservativo apresenta grande eficácia na prevenção da doença.

Gonorreia e sífilis

Bactéria Neisseria gonorrhoeae, causadora da gonorreia
Essas duas famosas doenças também são causadas por bactérias – Neisseria gonorrhoeae e Treponema pallidum. Antes da Aids, a sífilis era considerada a DST mais perigosa, pois os sintomas aparecem de forma tão lenta que muitas vezes passam despercebidos. Esses primeiros sintomas geralmente são pequenas feridas nos órgãos sexuais que não provocam dor, coceira ou ardor e que
podem desaparecer espontaneamente depois de alguns dias por isso a falta de tratamento em muitos casos. Se o doente não se tratar, de uma simples lesão avermelhada com as bordas duras – cancro duro – ela pode evoluir para um quadro de dor de garganta, febre baixa, feridas na boca, queda de cabelo e inchaço de gânglios. Como esses sintomas desaparecem sem tratamento, a pessoa pode pensar que melhorou, mas não sendo tratada, com o passar dos anos a sífilis pode atacar qualquer órgão do corpo e causar lesões cardíacas, paralisia, cegueira, problemas no sistema nervoso e pode até levar a morte. O jeito de saber se a pessoa realmente se curou da sífilis é procurar um médico para realização de exames.

A gonorreia é uma doença muito antiga e pode ser transmitida por sexo vaginal, anal e oral. Entre as mulheres pode haver dor ao urinar, corrimentos e até sangramentos, mas também pode não haver sintomas. Já nos homens ocorre ardência ao urinar, dor nos órgãos genitais, presença de pus e outras secreções. Também pode infeccionar a garganta, em caso de sexo oral e no caso de gravidez, pode ser transmitido ao bebê no parto. O tratamento é feito com antibióticos específicos.

 
Condiloma

Também conhecido como verruga genital ou crista de galo, é uma das doenças que mais têm se propagado. Provocada pelo p
apilomavírus humano (HPV), causa lesões microscópicas que chegam a atingir 0,5 cm, podendo causar câncer no colo do útero. O tratamento mais eficaz é com laser, mas, devido ao alto custo, os médicos recomendam a cauterização das verrugas com produtos químicos ou com gelo. Mas cuidado: esses tratamentos só devem ser realizados pelo médico! O grande problema é que, apesar de as verrugas desaparecerem, o vírus continua no organismo de forma inativa e a qualquer momento as lesões podem reaparecer. Você deve se prevenir usando camisinha e evitando o uso coletivo de toalhas e roupas íntimas. Hoje também já existem vacinas para prevenir a infecção por HPV, que previne principalmente os tipos mais presentes nos casos de câncer de colo do útero.

Herpes


HPV visto em microscópio eletrônico
O causador do herpes é o Herpes simplex virus ou vírus herpes simples
(HSV) e é uma doença muito comum. Você não deve ter vergonha de procurar um médico para se tratar ao menor sintoma. Um simples beijo ou um contato mais íntimo, mesmo sem penetração, e pronto... O herpes aparece como “pequenas bolhas” nos lábios, nos órgãos genitais, nas nádegas, no ânus e nas coxas. Também pode atingir as mucosas e até o sistema nervoso central, deixando sequelas. A pessoa sente coceira, dor localizada e ardência. O herpes pode ser controlado por remédios prescritos pelo médico, mas cuidado! Embora os medicamentos aliviem os sintomas, a doença pode voltar dependendo das condições de saúde da pessoa: estresse, exposição ao sol, depressão, gripe e tudo que possa enfraquecer o sistema imunológico. A presença do herpes facilita bastante o contágio pelo HIV, o vírus da Aids, pois as “pequenas bolinhas” estouram e o local pode sangrar facilmente.
 
Hepatites

Tanto a hepatite A como a B podem ser transmitidas por via anal ou pelo beijo, pois o vírus é encontrado nas fezes e na saliva. A hepatite B, contudo, é transmitida com mais frequência por via sexual, pois o vírus se encontra no sêmen, no sangue e nas secreções vaginais. As hepatites C e D também podem ser transmitidas vida sexo sem proteção, apesar de serem casos mais raros. Os sintomas da hepatite podem ser confundidos com os de uma gripe: dores no corpo, dores de cabeça e febre. Por isso, só um exame de sangue pode confirmar o diagnóstico. Não existe remédio eficaz para o vírus; porém, se for tratada a tempo, geralmente o doente é curado. Essa doença pode levar à insuficiência hepática e ao câncer no fígado; por isso, mais uma vez, cuidado: use sempre preservativo.


Anterior Início Próxima