Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Ligação covalente

Quando dois átomos mais eletronegativos são iguais ou quando se encontram unidos formando um composto ou um elemento, o modelo de ligação iônica não é aplicável. Isso porque os dois átomos tendem a receber elétrons e são praticamente incapazes de cedê-los.

 
3a. O modelo covalente
 
Nele, os átomos adquirem os oito elétrons em seu nível externo por compartilhamento, como indica a regra do octeto.

Assim, a soma dos elétrons próprios mais os compartilhados, que formam um orbital molecular, é oito.

O cloro, por exemplo, possui sete elétrons no nível externo e atrai fortemente os elétrons situados nas proximidades. O hidrogênio possui um único elétron e a força com que atrai os elétrons é moderada, mas suficiente para que o cloro não possa lhe tirar seu elétron. A regra do octeto não é válida para todos os elementos da tabela periódica, mas se aplica bem aos seus elementos representativos. Daí sua utilização até hoje.

3b. Classes de ligação covalente

As ligações covalentes podem ser classificadas segundo o número de pares de elétrons compartilhados pelos elementos.

3c. Ligação covalente simples

A ligação covalente é formada pelo compartilhamento de um par de elétrons. Se a valência de um elemento é diferente de um, seus átomos podem se unir simultaneamente com vários átomos vizinhos por meio de uma ligação simples. Por exemplo: CCl4, PCl3, NF3, onde o carbono, o fósforo e o nitrogênio atuam com valência quatro, três e três, respectivamente, e se unem ao mesmo número de átomos monovalentes.

3d. Ligação covalente dupla

Aqui, o número de pares de elétrons compartilhados pelos dois átomos unidos é dois. A energia necessária para romper uma ligação dupla é maior que para uma ligação simples, mas inferior ao dobro desta. Isto significa que a segunda ligação é mais fraca que a primeira.

3e. Ligação covalente tripla

Realiza-se por compartilhamento de três pares de elétrons entre dois átomos. É uma ligação mais forte que a dupla, mas sua energia não é o triplo da energia da ligação simples. A terceira ligação é mais fraca que a ligação simples e a dupla.

Propriedades covalentes
 
Todos os gases e os líquidos são covalentes em temperatura ambiente. Também existem sólidos covalentes, mas suas propriedades são muito irregulares. Nos sólidos duríssimos, como o diamante, as ligações covalentes são em cadeia. Nos sólidos de baixo ponto de fusão, como o açúcar, a união é entre moléculas devido à sua polaridade. Os compostos covalentes polares são solúveis em água e os apolares não. Não conduzem a corrente elétrica em estado sólido, nem quando dissolvidos (há exceções, como os ácidos) ou fundidos.
 
 


Anterior Início Próxima