Busca  
  Organismos mais simples   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

A utilidade dos fungos

Os fungos são aproveitados de várias formas pela espécie humana, mas também causam doenças. Eis alguns exemplos de sua participação em nosso cotidiano: 

• Junto com as bactérias, os fungos promovem a reciclagem da matéria orgânica pela sua atividade decompositora (saprofagia). 
 
• Os fungos ascomicetos são usados para alterar o aroma, o sabor e a riqueza nutritiva de queijos como o camembert, o gorgonzola e o roquefort, que é o único deles produzido com leite de ovelha ao invés de leite de vaca. Cura é o nome do processo pelo qual os micro-organismos (bactérias ou fungos) agem na transformação do leite em seus derivados. O fungo da fermentação alcoólica, o Saccharomyces, é usado no preparo de massas de pães e bolos e também na fabricação de bebidas alcoólicas como vinho, cerveja e aguardente. 
 
• Os cogumelos do gênero Agaricus (basidiomicetos) são muito apreciados na alimentação. O mesmo ocorre com os fungos Tuber (ascomicetos), como as trufas brancas e escuras e os do gênero Morchella.
 
• Alguns fungos causam problemas como os sapinhos (Candida albicans — saprófita da mucosa bucal), e micoses mais graves que podem evoluir para ulcerações ou tumores. Os esporos dos ascomicetos Penicillium e Aspergillus provocam alergias (rinites, bronquites e asma). As aflatoxinas (Aspergillus flavus) atacam sementes e grãos que, quando ingeridos, causam lesões, câncer no fígado e até morte. 
 
• Além da penicilina, outras drogas são sintetizadas a partir dos fungos, como a psilocibina (basidiomiceto Psilocybe), uma substância alucinógena assim como a ergotamina (do basidiomiceto Claviceps purpurea), matéria-prima para a sintetização do LSD, droga altamente utilizada na década de 1970.

Para saber mais:
  • Fungos
  • Invivo - Curiosidades sobre a descoberta da penicilina




Anterior Início Próxima