Quem inventou o submarino?
O americano Simon Lake, que viveu entre 1866 e 1945, é considerado o pai do submarino, por ter construído, em 1898, um modelo capaz de submergir em alto-mar. Antes disso, no entanto, por volta de 1620, o holandês Cornelis J. Drebbel havia conseguido navegar com um submarino no rio Tâmisa, na Inglaterra. A invenção do submarino foi importante para a guerra naval, sendo que, nas duas guerras mundiais, os submarinos alemães quase derrotaram, sozinhos, os aliados ocidentais. Os modelos convencionais (diesel-elétricos) precisam subir à superfície, em curtos períodos, para recarregar as baterias que movem seus motores elétricos. Durante a década de 1950, com o desenvolvimento da propulsão nuclear, os submarinos tornaram-se independentes da atmosfera, indo à superfície apenas para obter suprimentos para a tripulação. Poucos países possuem submarinos nucleares: China, EUA, Federação Russa, França e Reino Unido. A maioria das frotas ainda é constituída por submarinos convencionais. A principal do mundo é a russa, com cerca de 120 submarinos, dos quais mais de 60 são nucleares. A China vem a seguir, com cinco submarinos nucleares de um total de 107. Os EUA possuem uma frota de 73 submarinos, todos nucleares.