O que pode acontecer com o organismo se os rins pararem de funcionar?
Os rins são órgãos fundamentais no processo de eliminação de impurezas do nosso organismo. São os rins que filtram o sangue, retirando os resíduos nitrogenados produzidos pelas células e também sais e outras substâncias em excesso. Diariamente passam pelos rins de uma pessoa quase 2 mil litros de sangue. Também regulam o volume, a composição e a acidez dos líquidos do organismo, fazendo passar através do seu sistema de filtros mais de 60 litros de sangue por hora. Caso os rins parem de funcionar ou mesmo tenham parte de sua função comprometida, vários problemas podem surgir, decorrentes do acúmulo de substâncias tóxicas no sangue. Quando a concentração de alguma substância no sangue aumenta muito, os rins rapidamente se encarregam de eliminar o excesso. Se o sangue de uma pessoa possui muito açúcar ou sal, ou se a quantidade de hormônios está acima do normal, os excessos são eliminados na urina. A paralisação dos rins pode levar à morte. Um dos recursos utilizados, quando os rins encontram-se comprometidos, é a hemodiálise, uma máquina que realiza a filtragem artificial do sangue. Além de não realizar todas as funções renais, no entanto, a hemodiálise é um processo caro e pode acarretar diversos efeitos colaterais para o paciente.