Quais os principais objetivos do expansionismo romano?
Roma surgiu como um pequeno reino de agricultores e pastores e transformou-se em um grande império, que se expandiu por todo o Mediterrâneo. Os objetivos principais do expansionismo romano foram a derrota de Cartago e o domínio sobre o comércio do Mediterrâneo. Foi a queda de Cartago, no ano 146 a.C., que abriu caminho para o expansionismo romano. Roma não aceitava a existência de um Estado forte e independente, como o deixado pelo grande criador de impérios, Massinissa. Após a conquista da península Itálica, Roma enfrentou Cartago nas Guerras Púnicas pelo controle do Mediterrâneo Ocidental. Nos séculos II e I a.C., estendeu seus domínios pelo Oriente, conquistando a Macedônia, a Grécia, a Ásia Menor, a Síria e o Egito. Entrou em contato também com o helenismo e tornou-se o centro econômico e político do Mediterrâneo. A queda do Império Romano aconteceu no ano 476, quando Roma caiu nas mãos dos povos germânicos do norte, marcando o final da Antiguidade e o início da Idade Média.