Que problemas a poluição do ar pode causar no sistema respiratório humano?

No ar poluído estão presentes muitas substâncias que podem causar danos ao sistema respiratório e os mais importantes são: óxidos de nitrogênio, dióxido de enxofre, hidrocarbonetos, aldeídos, material particulado e oxidantes fotoquímicos (por exemplo, ozônio). Essas substâncias causam inflamações, e as sucessivas inflamações, como faringites, rinites e bronquites, podem levar a infecções. A infecção mais perigosa é a pneumonia, doença que pode levar crianças ou pessoas idosas à morte.  Além disso, alguns dos poluentes, como os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, são substâncias cancerígenas que podem levar ao câncer de pulmão. No ar poluído também se encontra uma grande concentração de monóxido de carbono, um asfixiante sistêmico porque reduz a capacidade de oxigenação dos tecidos, competindo com o oxigênio pela hemoglobina. Esta substância, presente nos glóbulos vermelhos, é responsável pelo transporte de oxigênio a todas as células do corpo. Se sua atividade é prejudicada, as células não recebem oxigênio suficiente para produzir a energia necessária à sua sobrevivência pela respiração celular, prejudicando o tecido do qual ela faz parte. No cérebro, por exemplo, a falta de oxigenação pode provocar confusão mental, inconsciência, parada das funções cerebrais e morte.