O que são números quânticos?
No modelo atômico quântico, os elétrons estão distribuídos em níveis de energia. Esses níveis apresentam subdivisões, de modo que é possível distinguir cada elétron por sua energia. A ordem de organização desses níveis segue a ordem de energia dos mesmos. Cada nível é representado por um número quântico, que segue a ordem: n(principal) > l (azimutal) < m (magnético) < s (spin) Cada um deles corresponde a um tipo de interação do elétron, com o núcleo e com os demais elétrons num mesmo nível energético principal. Para entender essa distribuição é preciso seguir a distribuição de energia de Pauli. O significado dos valores atribuídos aos números quânticos refere-se ao diagrama de Pauli. Assim, tomando o exemplo de um elétron com os seguintes números quânticos: n = 4; l = 1; m = 1 e s = +1/2, temos que se trata de um elétron do nível 4, pois n = 4. O valor de l determina o orbital do elétron. Os valores de l são: 0 para s, 1para p, 2 para d e 3 para f. Em nosso exemplo, sabemos então que se trata de um elétron 4p. O número m refere-se à simetria do orbital em questão, e varia entre +l e -l. Assim, em nosso caso, temos três possibilidades de m: 1, 0 e -1. A informação dada é que m = 1. Cada valor de m corresponde a dois elétrons no orbital. Neste caso, o número máximo de elétrons é 6, pois temos três valores de m: -1, 0, +1. Se o valor de m fosse -1, teríamos 2 elétrons; se 0, 4 elétrons; como m = 1, temos preenchimento de até 6 elétrons. Logo, o elétron do exemplo pode ser 4p6 ou 4p5. Quando o número de elétrons que preenche um orbital é ímpar, convenciona-se o número de spin +1/2. Se o número de nosso exemplo é -1/2, isto indica que é par, e portanto é 4p6. Se este é o último elétron, pelo diagrama de Pauli sua distribuição é: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d10 4p6, totalizando 36 elétrons. Como o número de elétrons se iguala ao de prótons no átomo neutro, seu número de prótons é 36. Logo o número atômico do elemento é 36.