Quais os tipos de moradia existentes?
Moradia é uma das necessidades básicas do ser humano, que constrói casas para se abrigar do sol, da chuva, do calor e do frio. São muitos os tipos de moradia e eles variam de acordo com o modo de vida das pessoas de cada lugar. Há milhares de anos, o homem primitivo utilizava como moradia as cavernas, verdadeiros abrigos naturais. Com o passar do tempo, começou a construir abrigos artificiais e as primeiras casas foram tendas e cabanas. Atualmente, os beduínos do deserto ainda se utilizam de tendas, pois estão sempre mudando de lugar à procura de alimento para os rebanhos de cabras e camelos. As tendas são fáceis de armar e desarmar. Aos poucos, o homem foi aperfeiçoando as técnicas de construção das casas e utilizando vários materiais: madeira, palha, peles de animais, pedra, barro, cimento, metais, entre outros. Hoje, dependendo do ambiente em que vivem, as casas têm características próprias. Em alguns lugares onde há muitos rios, como no Amazonas, as famílias de caboclos moram em casas flutuantes, construídas sobre balsas. Como sobem e descem, de acordo com o nível das águas, ficam livres de inundações. Há pessoas que moram em casas construídas sobre estacas, em terrenos alagadiços. Essas casas são chamadas de palafitas. Outras moram em cabanas e palhoças, construídas com troncos e galhos de árvores trançados. Quando suas paredes são recobertas de barro, são chamadas de casas de pau a pique. Existem ainda casas de madeira, pedra e até gelo, como os iglus, dos esquimós. Mas nem todos conseguem ter uma casa decente e precisam improvisar o abrigo, construindo barracos. Essas construções concentram-se nos lugares mais pobres de uma cidade e formam o que conhecemos como favelas. Os barracos não oferecem segurança, pois, geralmente, são construídos em terrenos inadequados, com qualquer tipo de material, como caixotes, pedaços de madeira e papelão. Não têm água encanada, rede de esgoto ou coleta de lixo adequada. As pessoas que vivem nesses barracos correm muitos riscos: doenças, inundações, incêndios e até morte.