Busca  
  Física   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Como entender a conta

Para saber se a potência cobrada na conta foi realmente utilizada, precisamos descobrir qual a potência dos aparelhos instalados na casa e seu tempo de funcionamento.

Energia cobrada e potência instalada

A primeira dúvida que temos ao olhar a conta de luz é: como ter certeza de que ela está correta? Para descobrir isso, devemos saber qual potência foi utilizada no cálculo da conta. Depois, comparar com a potência instalada em casa e o tempo de utilização de cada equipamento. Vamos usar como exemplo uma conta que mostre o consumo mensal de 287 kWh.
 
Verifique a potência dos aparelhos
A potência dos aparelhos elétricos vem especificada no manual. Desde 1993, os equipamentos elétricos que apresentam os melhores índices de eficiência energética em suas categorias recebem o Selo Procel de Economia de Energia. Veja os aparelhos que já receberam esse selo no site da Procel (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica), além de algumas dicas para economizar energia.
 Potência utilizada no cálculo da conta:

E = P . t (kW . h) - (potência vezes o tempo de utilização)
287 kWh = P . (30 dias . 24 horas). Não se esqueça de que a conta é medida de 30 em 30 dias
Pútil = 0,40 kW
 
Potência instalada na casa:

Em uma estimativa, podemos verificar o número de equipamentos e os possíveis tempos de utilização:
 
  

Potência instalada

Energia gasta no mês

7 lâmpadas de 60 W cada uma, ligadas durante 3h por dia, 30 dias por mês.

37,9 kWh

2 TVs de 50 W cada uma, ligadas durante 3h por dia, 30 dias por mês     

9,0 kWh

1 geladeira de 300 W, ligada 12h por dia, 30 dias por mês

108 kWh

1 chuveiro de 4.000 W, ligado 1h por dia, 30 dias por mês                          

120kWh

1 computador de 70 W, ligado 4h por dia, 30 dias por mês                                     

 8,4kWh

1 aparelho de som de 30 W, ligado 4h por dia, 30 dias por mês                                    

 3,6 kWh

Total

286,8 kWh

 

 
A partir daí, temos:

286,8 kWh = P . (30 dias . 24 horas)

Logo, a potência instalada será:

Pinst. = 0,398 kW, em 24 horas, durante 30 dias

Ao compararmos a potência utilizada para o cálculo da conta e a potência efetivamente instalada na residência, percebemos que os valores são semelhantes. Portanto, a conta de luz está correta.
 
Fique ligado!
Na época do racionamento, em 2001, estavam livres de multas ou cotas de redução quem consumisse menos de 100 kWh por mês. Veja como esse consumo é experimentalmente impossível: Geladeiras de até 300 litros possuem potência mínima de 300 W (0,3 kW). Para funcionarem, os motores desses aparelhos ficam ligados 12 horas por dia, totalizando 360h por mês. Nesse caso, temos: Energia = Potência . tempo Energia = 0,3 kW . 360h Energia = 108 kWh Total que já ultrapassou o limite mínimo estipulado.
 
 
 
 


Anterior Início Próxima