Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Equilíbrios heterogêneos

São aqueles em que as substâncias participantes não se apresentam no mesmo estado físico. Nesse caso, não entram na equação da constante de equilíbrio aquelas que estão em estado sólido, pois não se define concentração para substâncias nesse estado.
 
Equilíbrio sólido-gás

Numa reação de equilíbrio em que participam sólidos e gases, o equilíbrio só depende dos gases. Na decomposição térmica do carbonato de cálcio (sólido): CaCO3(s) CaO(s) + CO2(g), por exemplo, a constante de equilíbrio é K = [CO2].
Se o carbonato de cálcio se esgotasse antes de chegar ao equilíbrio, não se alcançaria a concentração que indica a constante de equilíbrio.
 
Equilíbrios sucessivos

Quando se realizam várias reações de equilíbrio consecutivas (de tal maneira que o segundo termo da primeira reação seja o primeiro termo da segunda reação e assim por diante), a constante de equilíbrio da reação global só depende das substâncias iniciais da primeira reação e das finais da última. Para compreender, veja o exemplo de duas reações sucessivas em que todos os coeficientes estequiométricos são um:A + BC + D e C + DE + F. Como a reação global é A + BE + F, a constante de equilíbrio pode ser expressa assim:
 
Lei de Le Chatelier

Em 1885, Henri Le Chatelier publicou uma lei que permite prever a evolução de um sistema em equilíbrio, quando se modifica um fator que rompe esse equilíbrio. Quando uma ação externa é exercida sobre um sistema em equilíbrio, ele se desloca no sentido que diminui a ação.

Isto significa, por exemplo, que, se aumentarmos a temperatura, o processo se deslocará no sentido endotérmico para baixá-la. Se aumentarmos a concentração de uma das substâncias, o equilíbrio se deslocará no sentido de reduzir a concentração da referida substância.
 
 
 


Anterior Início