Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Carga e número de oxidação

A carga elétrica assumida pelos átomos em uma molécula é muito difícil de ser determinada. Criaram-se, então, dois métodos para estabelecê-las: o de cargas formais e o do número da oxidação. O mais usado será representado abaixo:
O número de oxidação (ou estado de oxidação) pode estar representando a carga real de um elemento no composto, como é o caso do Na, que tem carga +1 no NaCI, ou a carga parcial assumida pelo elemento em um composto, por exemplo o hidrogênio (+1) no HCI.
 
Número de oxidação

Os números de oxidação podem ser números inteiros, fracionários, positivos, negativos ou zero. O número de oxidação de todos os elementos na forma de substância simples, mono, poliatômica e em qualquer forma alotrópica é zero. Os números assumidos por flúor, oxigênio, hidrogênio, metais alcalinos e alcalino-terrosos são praticamente constantes em seus compostos e relacionam-se com o número de ligação que eles têm tendência a fazer e com a sua eletronegatividade.
 

Elemento

Nº de ligações que tende a fazer

Eletronegatividade

nº de oxidação

Exceção

F

1

eletronegativo

-1

 

O

2

eletronegativo

-2

 – 1 nos peróxidos

H

1

eletropositivo

+1

– 1 nos hidretos
metálicos

Li, Na, K, Rb, Cs e Ag

1

eletropositivo

+1

 

Be, Mg, Ca, Sr,
Ba, Zn e Cd

2

eletropositivo

+2

 

Al

3

eletropositivo

+3

  
 
Todos os outros números de oxidação são calculados de maneira que a soma algébrica dos números de oxidação seja igual à carga efetiva da molécula ou íon (átomo que tem carga elétrica).


Anterior Início Próxima