Busca  
  Química   
Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias.  

Aumento da pressão osmótica

Quando duas soluções de mesmo solvente – ou uma solução e seu solvente – são separadas por uma membrana semipermeável, ocorre a difusão do solvente, de modo que as duas soluções fiquem com a mesma concentração. A este fenômeno, damos o nome de osmose. Embora a membrana semipermeável permita a passagem de solvente nos dois sentidos, a tendência é que o solvente da solução mais diluída passe para a mais concentrada. Pressão osmótica é a pressão que deve ser exercida sobre a solução para impedir a passagem de solvente de uma solução para a outra, ou seja, impedir a osmose.
 

Fique ligado!

A osmose é muito importante para os seres vivos. Ela é responsável, por exemplo, pela absorção de água e nutrientes nas raízes das plantas e as trocas de líquidos entre as células e seu meio. Para explicar esse fenômeno, outra perguntinha culinária, desta vez retirada da prova da Fuvest: os micro-organismos que deterioram os alimentos morrem quando desidratados. Os vegetais e esses micro-organismos possuem membranas semipermeáveis. Com base nessas informações e no fenômeno de osmose, explique por que certos vegetais, como o pepino, podem ser conservados em salmoura.
Resposta: a salmoura possui alta concentração de sal. A osmose ocorrerá com a passagem de água das células dos micro-organismos para a solução, e estes, desidratados, morrerão. Por outro lado, o pepino também irá perder água para a salmoura, por isso pepinos em conserva têm a aparência de murchos.
 
Experimentalmente, comprova-se que a pressão osmótica (p) de uma solução é diretamente proporcional à concentração molar (M) de seu soluto e também à temperatura (T) na qual ela se encontra. Assim, a pressão osmótica de uma solução pode ser calculada pela expressão: p = M . R . T, onde R é um valor constante e igual a 0,082.
 

Você sabia? 

A osmose reversa possibilita a obtenção de água pura a partir da água do mar. Esse processo é usado em países muito áridos para obtenção de água do mar. Para isso, coloca-se água pura e água potável em recipientes separados por uma membrana semipermeável. Aplicando-se, sobre a solução, uma pressão maior do que a sua pressão osmótica, ocorrerá a transferência de solvente (água) de forma invertida, ou seja, da solução (água do mar) para a água pura.
 
 


Anterior Início