Busca  
  História regional   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Domínio espanhol no Sul

O Tratado de Tordesilhas, que separava as terras portuguesas das espanholas, tinha como extremos a Ilha de Marajó, no Pará, ao norte, e Laguna, em Santa Catarina, ao sul. Com essa divisão, boa parte do que hoje é o Paraná e Santa Catarina e todo o território do atual Rio Grande Sul pertenciam à Espanha. Quando Portugal implantou as capitanias hereditárias (1532 a 1536), os espanhóis, como resposta, fundaram Buenos Aires na margem direita do rio da Prata.
 
No início do século XVII, os jesuítas espanhóis já haviam estabelecido reduções na região do Guairá, atual oeste do Paraná, e na região do Tape, na área central do que é hoje o Rio Grande do Sul. Índios guaranis e tapes eram catequizados, cuidavam da lavoura e aprendiam a ler, a fabricar instrumentos musicais, a produzir tecidos e a industrializar o ferro.


Os jesuítas introduziram nas reduções o gado bovino proveniente do Paraguai (1634). As grandes pastagens favoreceram a adaptação dos animais, fazendo a pecuária prosperar. A cavalhada foi trazida pelos espanhóis no começo do século XVI e os índios tornaram-se ágeis cavaleiros.






Anterior Início Próxima