Busca  
  Personalidades   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Mais pesado do que o ar

Santos Dumont continuou desenvolvendo outros dirigíveis, mas queria vencer outro desafio: construir um engenho mais pesado do que o ar. Em 1906, constrói o 14-Bis, com partes de seu dirigível nº 14. O motor é instalado na frente das asas, girando uma hélice propulsora. Por causa do dirígível nº 14, o avião é denominado 14-Bis. Com a envergadura das asas de 12 e fuselagem de 10 metros, voa com a cauda para a frente.
Antes do voo que entraria para a história, Santos Dumont empreende vários testes com o 14-Bis, utilizando-se de um sistema de cabos e roldanas e um plano inclinado. Aqui, mais um feito original do aeronauta: a construção daquilo que se pode chamar de primeiro simulador de voo da história.

Os voos iniciais do 14-Bis

Fique ligado!

Com esse feito, Santos Dumont arrebatou os 3.000 francos do prêmio Archdeacon, criado em julho de 1906 pelo norte-americano Ernest Archdeacon para premiar o primeiro aeronauta que conseguisse voar por mais de 25 metros em um voo nivelado.
Em 21 de agosto de 1906, Santos Dumont realiza a primeira e malsucedida tentativa de voo com o 14-Bis. A pouca potência do motor não dá conta da façanha. No dia 13 de setembro, depois de reequipar o 14-Bis com um novo motor, Santos Dumont realiza o primeiro voo, de 7
ou 13 metros (segundo diferentes versões). Esse primeiro voo culmina com um pouso violento, no qual a hélice e o trem de pouso são danificados. No dia 23 de outubro, alça voo do Campo de Bagatelle na presença de uma multidão e de representantes do Aeroclube de França. Pelos próprios meios motrizes, o 14-Bis levanta voo e percorre 60 metros em aproximadamente 7 segundos, num voo nivelado a poucos metros do solo. A partir de 12 de novembro de 1906, Santos Dumont melhora ainda mais a performance do 14-Bis. Empreende vários voos, sempre aumentando a distância percorrida, culminando com um voo de 21,5 segundos, a uma distância de 5 ou 6 metros do solo, percorrendo 220 metros a uma velocidade média de 41 km/h.



Anterior Início Próxima