Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A construção da unidade nacional

Os habitantes do jovem país nem sempre se viram como brasileiros. Muitas vezes, as diferenças étnico-políticas foram o maior obstáculo para o estabelecimento dessa identidade. Os excessos do Poder Central e a concentração dos impostos nos cofres da Corte também dificultaram a unidade do Brasil em diversos momentos. Nesse contexto, várias províncias tentaram se separar. O período mais conturbado foi o de 1824 a 1850, e o maior número de revoltas aconteceu durante a Regência (1831 a 1840).


O autoritarismo no Império

Reconhecimento do Império do Brasil e sua Independência, óleo sobre painel de Leon Tirode: embaixador inglês entrega suas credenciais.
A Independência do Brasil, proclamada em 7 de setembro de 1822, não desagradou apenas a antiga Metrópole portuguesa. Os primeiros atos de D. Pedro I contrariaram aqueles que queriam conciliar um país politicamente independente com um governo democrático. O fechamento da Assembleia Constituinte, em novembro de 1823, e a outorga da Constituição, em 25 de março de 1824, mostraram que o autoritarismo do período colonial não tinha sido superado.

A Confederação do Equador

O clima de oposição foi reativado em Pernambuco. Desde a Insurreição de 1817, a situação pouco se alterara. A produção canavieira continuava em crise e os impostos sobre a exportação do açúcar eram elevados. Para piorar, a Constituição outorgada gerou protestos e a Província declarou sua independência em 1824, em uma revolta conhecida como 'Confederação do Equador'.

Fim do Primeiro Reinado

As lutas contra Portugal, as questões do reconhecimento da Independência pela Inglaterra e do fim do tráfico de escravos, além das guerras no rio da Prata e do sentimento antilusitano, também contribuíram para tornar o Primeiro Reinado (1822 a 1831) um dos períodos mais conturbados da História do Brasil. Essa situação levou o imperador a abdicar do trono brasileiro, em 7 de abril de 1831. Como seu herdeiro era menor de idade, foi instalada a Regência para governar o país até que ele tivesse idade para assumir o trono.
 


Anterior Início Próxima