Busca  
  Política   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Domínio paulista

Cartaz divulga o café brasileiro no exterior.
Desde o começo da República, a região Sudeste, São Paulo principalmente, acumulava capital com a exportação do café, dominando a cena política nacional. Concentrando a produção industrial na região, a tendência era a de centralizar o poder político nas mãos dos agricultores e industriais dessa região, comprometendo ainda mais o federalismo implantado pela República em 1889.

A revolta contra o predomínio paulista no poder foi o ponto culminante da crise política e social que se arrastou por toda a década de 20. O Exército era o melhor espelho da crescente insatisfação da classe média urbana marginalizada das instituições da República – e o movimento tenentista foi a mais clara demonstração desse descontentamento.


Anterior Início Próxima