Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Maria Quitéria (1792-1853)

Quando a notícia da Independência do Brasil chegou à Bahia, tropas portuguesas comandadas pelo general Madeira de Melo resistiram. As vilas do interior e do Recôncavo, favoráveis à Independência, começaram a se organizar para combater os portugueses.

Maria Quitéria conseguiu enganar os militares ao se disfarçar de homem para se alistar no exército libertador.
Mulher na Infantaria


No auge do conflito, as tropas libertadoras chegaram a ter aproximadamente 14 mil homens, contra 12 mil das tropas a favor de Portugal. Maria Quitéria de Jesus Medeiros, filha de brasileiros, entusiasmou-se ao ouvir um recrutador de voluntários falar das lutas. Disfarçada de homem, seguiu para a vila de Cachoeira, onde se alistou na Artilharia, sendo transferida para a Infantaria. A identidade de Quitéria só foi revelada quando seu pai requereu a seu comandante que a procurasse. Passou a usar uma saia escocesa sobre a farda e formou uma companhia feminina que se destacou na guerra.

O exército libertador entrou na Bahia em 2 de julho de 1823 e, em agosto, expulsou os portugueses. Quitéria recebeu de D. Pedro I o soldo de alferes e a insígnia de Cavaleiro da Imperial Ordem do Cruzeiro.


Anterior Início Próxima