Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A greve de 1907

Operários na porta das Indústrias Reunidas Matarazzo, em São Paulo.
Em maio de 1907, os baixos salários e o excesso de horas trabalhadas culminaram, em São Paulo, na primeira grande greve geral de sua história. Sob a direção dos anarquistas, operários de vários ramos da indústria, funcionários das estradas de ferro e do Liceu de Artes e Ofícios paralisaram suas atividades exigindo jornada diária de oito horas. O movimento estendeu-se para o interior. Houve piquetes, reprimidos com violência.

Greve nacional de 1917

Em junho de 1917, cerca de 70 mil trabalhadores entraram em greve em São Paulo e em outros Estados. Eles reivindicavam proibição para o trabalho de menores de 14 anos, fim da jornada noturna de mulheres e menores de 18 anos, exigiam oito horas de trabalho diário, congelamento do preço dos alimentos e aumento salarial. Acordos entre patrões e empregados puseram fim às greves.
Vítima da greve de 1917: o anarquista José Martinez foi baleado e morto pela polícia.


Anterior Início