Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A eleição de Jânio Quadros

Jânio Quadros, aclamado pela população após ser eleito presidente em outubro de 1960.
Na campanha presidencial de 1959/1960, o ex-prefeito de São Paulo Jânio da Silva Quadros arrastou multidões atrás de si. Prometendo acabar com a corrupção no país, fazia grandes comícios sempre precedidos por bandas de música e muitos fogos de artifício. O sucesso da campanha refletiu-se nas urnas: Jânio foi eleito presidente com 48% dos votos apurados, contra 32% de seu adversário, o general Henrique Teixeira Lott. Para a vice-presidência, a população elegeu João Goulart, companheiro de chapa de Lott.


A renúncia de Jânio Quadros



Jânio tomou posse no dia 31 de janeiro de 1961 e, no dia 25 de agosto do mesmo ano, renunciou ao mandato. Sua saída nunca chegou a ser totalmente esclarecida. Uma das versões mais correntes é a de que a renúncia seria, na verdade, uma tentativa de golpe.

Jânio estaria certo de que o povo iria às ruas pedir sua permanência no poder e ele só concordaria em retornar ao governo se tivesse plenos poderes.


Anterior Início Próxima