Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A greve do ABC

Primeiro de Maio no ABC paulista, em 1990: novas tendências no movimento sindical após a redemocratização.
Em maio de 1978, sob a liderança de Luís Inácio da Silva, o Lula, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema, no ABC paulista, 1.600 metalúrgicos da empresa Saab-Scania, em São Bernardo do Campo, entraram em greve. Foi a maior paralisação desde 1968, quando trabalhadores de Osasco (SP) e Contagem (MG) cruzaram os braços. A paralisação da Saab-Scania desencadeou muitas greves operárias entre 1978 e 1980. Nesse período, cerca de 2 milhões de trabalhadores de aproximadamente 400 fábricas interromperam suas atividades.

Além das reivindicações salariais, os operários fizeram uma das maiores oposições à ditadura. Cem mil pessoas reuniram-se no dia 1º de maio de 1980, no Estádio de Vila Euclides, em São Bernardo, em apoio a Lula e aos diretores do sindicato, presos por causa das greves.


Anterior Início Próxima