Busca  
  Sociedade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A resistência escrava

Loja de Rapé, aquarela sobre papel de Jean-Baptiste Debret, 1823.
O sistema colonial foi organizado basicamente a partir do trabalho escravo, indígena ou negro. A Igreja Católica opôs-se fortemente à escravidão indígena, mas aceitava a escravidão negra. Os cálculos variam muito, mas se estima que, entre 1550 e 1855 tenham sido trazidos para o Brasil 4 milhões de escravos africanos. A resistência dos escravos ao trabalho compulsório foi constante. Fugas, suicídios, crimes contra os patrões e a formação de quilombos foram formas de luta contra a escravidão.

Lutas contra a escravidão

Somente em 1888, às vésperas da Proclamação da República, foi abolida a escravatura. Isso ocorreu após fugas em massa, um grande movimento de apoio da população branca e fortes pressões internacionais.


Anterior Início Próxima