Busca  
  Antiguidade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Cultura e tradições

As castas

Intocável ou brâmane.
A população era dividida em quatro castas, sistema básico da organização social e religiosa da Índia. No topo estavam os brâmanes ou sacerdotes, encarregados da vida religiosa. Depois vinham os vaixiás, que eram os agricultores e comerciantes, responsáveis pela riqueza. Os xátrias formavam a classe guerreira, de onde provinham os reis. A classe mais baixa, que prestava serviços às outras, era composta pelos sudras. O resto da população era constituído pelos párias, ou seja, sem casta. Cada pessoa permanecia durante a vida toda na casta em que havia nascido e era obrigada a seguir suas normas e proibições. Somente em futuras reencarnações poderia mudar de casta. 
 

Os deuses


Hinduísmo, budismo e jainismo são as religiões praticadas na Índia desde a Antiguidade. A primeira a aparecer foi o hinduísmo, muito enraizada na tradição indiana. Seus deuses mais importantes são Shiva, o destruidor e regenerador, e Vishnu, doador da vida. Acima deles está Brahma, o deus supremo, a alma do mundo. Já os budistas, assim como os jainas, não crêem em nenhum deus. Baseiam sua religião nos ensinamentos de Buda, o Iluminado.


Representação de Vishnu.
A religiosidade dos hinduístas


Os hinduístas são pessoas profundamente religiosas. O banho faz parte dos rituais hinduístas e o Ganges tornou-se seu rio sagrado. A ele, os hinduístas acorrem todos os anos para lavar seus pecados e espalhar as cinzas de seus mortos. Respeitam todos os animais como sagrados e acreditam na reencarnação da alma.

Para lembrar:

Vishnu é uma importante divindade hinduísta. Juntamente com Brahma e Shiva, forma a trindade bramânica. É o deus que dá a vida e conserva o mundo. Seus atributos são o lótus, o disco, a clava e a concha. É representado em diversas posturas, sobre a serpente da eternidade.


A arte

A arte indiana é centrada na religião e combina sensualidade e misticismo. O estilo narrativo é mais do que simbólico, isto é, prefere as representações de cenas e episódios sagrados. Sua estética é distante dos cânones ocidentais. Na etapa mais antiga, os edifícios eram construídos de barro ou madeira. A pedra começou a ser usada a partir do século III a.C. As construções mais importantes são as stupas e os santuários escavados na rocha. São abundantes os baixos-relevos que mostram composições narrativas de grande realismo. Na escultura, é típica a figura masculina de caráter divino, em especial Buda.


Manuscrito sânscrito, Bhogatava Pourana (Vida de Krishna).
O sânscrito


É a língua em que foram compostos os primeiros textos religiosos e a literatura épica. Suas origens são desconhecidas, mas acredita-se que foi trazida pelos invasores ários. Seria uma forma antiga do indo-europeu. O sânscrito é uma língua culta que nunca foi falada por todos os hindus, mas sim estudada. Os textos sacros mais antigos são os Vedas. Os poemas épicos mais belos são o Ramayana, o Mahabharata e os Puranas.


Anterior Início