Busca  
  Antiguidade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A fundação de Roma

A Península Itálica

Antes da formação de Roma, conviviam na Península Itálica grande número de povos, como os latinos, os etruscos, os sabinos e os lígures. Viviam em pequenas populações rurais pouco desenvolvidas. Um desses povos, os etruscos, destacou-se sobre os demais. No sul da península, os gregos estabeleceram numerosas colônias, assim como em cidades do litoral e na Sicília, onde entraram em competição com as colônias cartaginesas que haviam ocupado parte dessa ilha.

Regiões da Itália primitiva.


O mito da fundação de Roma

A fundação de Roma está cercada de mitos. Diz a lenda que Roma foi fundada no ano 753 a.C. por Rômulo e Remo, filhos gêmeos do deus Marte e da mortal Rea Sílvia. Depois do nascimento, os dois irmãos foram abandonados próximo ao rio Tibre e salvos por uma loba, que os amamentou e os protegeu. Por fim, um pastor os recolheu e lhes deu os nomes de Rômulo e Remo. Depois de matar Remo numa discussão, Rômulo deu seu nome à cidade. A história, por sua vez, nos diz que algumas tribos de origem sabina e latina estabeleceram um povoado no monte Capitolino, junto ao rio Tibre.

A Monarquia

Sarcófago etrusco, terracota.
Ainda segundo as lendas, em seus primeiros tempos, Roma foi governada por sete reis que tinham poder absoluto. O Senado, formado por chefes de família, os aconselhava. Por volta de 575 a.C., os reis etruscos dominaram Roma e influenciaram decisivamente o início da civilização romana. Ditaram leis prudentes em favor do artesanato e do comércio, com os quais Roma adquiriu grande importância. Aos poucos, porém, esses reis cederam lugar a outros monarcas, violentos e tirânicos, que desprezavam as opiniões do Senado.


Anterior Início Próxima