Busca  
  Antiguidade   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Ramsés II, o Filho da Luz

Seu longo reinado durou quase 70 anos – de 1290 a.C. a 1223 a.C., sendo praticamente sinônimo do apogeu e da glória no Egito Antigo. Como construtor, foi o responsável pelos templos de Karnac, Lúxor e Abu-Simbel, entre outros. Só para dar uma ideia da perfeição com que as obras eram feitas, em um dos templos de Abu-Simbel o eixo principal foi disposto de tal forma que o sol nascente ilumina um corredor de 60 metros. Também ergueu o Ramesseum em Tebas, um gigantesco templo funerário com vários pátios e edifícios anexos.

Além de construtor, Ramsés foi um grande general, tendo conquistado a Síria – o acordo entre os dois povos foi selado pelo casamento de Ramsés com uma princesa hitita. Das terras conquistadas, ele levou para o Egito muitos escravos.

O faraó aumentou os impostos para cobrir os elevados custos militares e para manter a burocracia religiosa e administrativa.

É possível que durante seu reinado tenha ocorrido o êxodo dos hebreus, que saíram do Egito em direção a Canaã. A culta rainha Nefertari esteve a seu lado, embora Ramsés tivesse diversas esposas, que lhe deram mais de 150 filhos.

Para saber mais
Egito: Terra dos Faraós, de Olavo Leonel Ferreira, Ed. Moderna, São Paulo, 1992.
O Antigo Egito, de Robert Nicholson e Claire Watts, Edições Loyola, São Paulo, 1996.


Anterior Início