Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

África Negra

O continente africano

Maciço do monte Kilimanjaro. Situado no nordeste da Tanzânia, é o pico mais elevado da África.

A África é banhada a oeste pelo Oceano Atlântico, a leste pelo Índico e ao norte pelo Mediterrâneo. Embora seu território atravesse os dois lados do Equador, mais de dois terços estão localizados no hemisfério norte, entre o Senegal e a Somália. Com exceção de Madagascar, as ilhas que a rodeiam são de pequena extensão. A África é um continente quente e tem dois dos maiores desertos do mundo, o Kalahari e o Saara.


Os povos africanos

Ao sul do Saara, encontram-se vários povos com formas de vida extremamente ligadas ao meio natural. Uma das etnias mais conhecidas é a dos tuaregues, um povo nômade do deserto. A zona nordeste, que engloba a Somália, parte da Etiópia e o noroeste do Quênia, é culturalmente muito parecida com o norte da África. Na grande região do leste, a maioria dos povos pratica a agricultura de subsistência e a criação de gado, que serve sobretudo para intercâmbio. Um dos povos característicos dessa área são os zulus.


Criação de gado, caça e coleta vegetal

O sudeste africano é habitado por povos que vivem sobretudo da criação de gado. Ali também se encontram os bosquímanos, cuja subsistência é baseada na caça e na coleta de plantas silvestres. Nas margens do Nilo, predomina o pastoreio do gado bovino; mais a oeste, as vacas são substituídas por camelos e cavalos e encontram-se alguns povos agricultores. A zona da costa da Guiné, desde o Senegal até o Congo, caracteriza-se por uma grande produção agrícola. A região do Congo, por fim, é habitada pelos pigmeus, que vivem da caça e da coleta vegetal.


Anterior Início Próxima