Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Civilização africana

As primeiras civilizações africanas

Ao longo das diversas épocas históricas, todas as terras ao sul do Saara permaneceram muito longe dos grandes centros de civilização e tiveram, portanto, um desenvolvimento histórico lento. Culturas muito simples perduraram em algumas zonas do interior africano até a Idade Moderna, quando apareceram os primeiros exploradores europeus. Por exemplo, a cultura do ferro, ao que tudo indica, propagou-se a partir da Núbia (sul do Egito), subindo pelo Nilo até a região dos lagos da África Central, onde foi difundida pelos pastores etíopes. Na África Central, essa cultura foi divulgada graças à expansão dos bantos.



Etiópia

No primeiro milênio antes de Cristo, um grupo de semitas procedentes do sul da Arábia espalhou-se pelo planalto etíope. Os semitas mesclaram-se com a população autóctone e formaram um Estado com capital em Axum. Esse reino manteve relações comerciais com o Egito e lutou contra o Império Romano pela influência no mar Vermelho. Os contatos com o mundo mediterrâneo fizeram com que o Estado etíope se convertesse ao cristianismo no século IV. Por ser o único reino cristão da África, a Etiópia atraiu a atenção do Ocidente a partir das primeiras explorações portuguesas no século XV.
Afresco copta do mosteiro do lago Tana, na Etiópia.

Para lembrar:
A religião copta tem sua origem na cristianização do Egito. É uma doutrina autônoma, herdeira da tradição cristã que teve como centro Alexandria. Foi difundida a partir do século IV, graças aos missionários, e chegou à Etiópia. A Igreja Copta organizou-se definitivamente no início do século XII, quando o Egito escapou do domínio bizantino. Essa religião é monofisista.


Os Estados africanos

Na África Negra, os Estados ou impérios já existiam muito antes da chegada dos colonizadores europeus, especialmente na África Central. O Império de Gana, entre Senegal e Níger, desenvolveu-se a partir de meados do século IX. No ano 1240, foi dominado pelo Império de Mali, cujo território se estendia pela parte ocidental da bacia do Níger. Esse império foi agonizando lentamente a partir do século XV. Nesse período, os pastores etíopes entraram na região dos grandes lagos e constituíram diversos Estados que conservaram seu domínio sobre os primitivos habitantes bantos até o século XX. Alguns desses Estados são Ruanda, Burundi e Buganda, dentro da atual Uganda. Na costa do golfo de Benin, diversos reinos se desenvolveram, como o de Daomé. No litoral oriental, surgiram diferentes sultanatos muito prósperos, como o da ilha de Zanzibar.
 


Anterior Início Próxima