Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A descolonização do mundo árabe

O Império turco, iniciado na Idade Moderna, terminou com a Primeira Guerra, mas a independência das várias nações ainda estava distante. Grã-Bretanha e França, vencedoras do primeiro grande conflito mundial, assumiram o controle e dividiram o mundo árabe. O domínio ocidental, inseparável da exploração econômica, acirrou ainda mais o nacionalismo árabe. Embora houvesse colônias desde o norte da África até o Oriente Médio, a maioria desses territórios era protetorado francês ou britânico.


Egito

Rei Farouk
O processo de descolonização do mundo árabe foi iniciado pelo Egito, que se tornou independente em 1936, com manutenção da monarquia. Em 1954, oficiais liderados por Gamal Abdel Nasser derrubaram o governo do rei Farouk e proclamaram a república. Nasser comandou o país até sua morte em 1970. Marcada por um forte nacionalismo, a política interna egípcia passou a nacionalizar e estatizar companhias estrangeiras, além de iniciar uma reforma agrária e vigorosos planos de modernização do país. Na política externa, o Egito criou o 'neutralismo positivo', diplomacia aberta baseada na defesa às lutas de libertação colonial e no pan-arabismo.


Outros movimentos de libertação

No Magreb francês, em 1956, após vários anos de violentos confrontos nacionalistas, o Marrocos e a Tunísia conseguiram a liberdade. O resto do mundo árabe, como Iraque ou Líbia, constituiu-se em Estados independentes, que buscaram uma identidade cultural enquanto povos islâmicos. Os movimentos de libertação avançaram e o nascimento da Liga Árabe (1945) indicou uma possível união entre as diferentes nações, alicerçada na solidariedade entre seus membros. Depois que esses países se tornaram independentes, o que se observou foram guerras internas que a Liga não pôde evitar. Nesse período, organizou-se também um grande movimento sionista para criar um 'lar nacional judeu na Palestina'. Em 1947, a ONU decidiu pela partilha da Palestina: a judaica e a palestina. Com a retirada britânica, nasceu oficialmente o Estado de Israel (1948), gerando reação dos países árabes e a 'Questão Palestina'.


Anterior Início Próxima