Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Os avanços tecnológicos

Os avanços tecnológicos e o crescimento econômico marcaram a chamada 'segunda fase' da Revolução Industrial (1860-1914). Pela primeira vez, a indústria passou a apoiar a pesquisa científica, buscando melhorar seu rendimento. Foram descobertos o aço, o petróleo e a eletricidade, que suplantaram o carvão e o ferro. Invenções como o telefone, o rádio, o automóvel, o bonde e o metrô garantiram melhorias nos sistemas de comunicação e transporte, tornando a vida mais cômoda. Os setores industriais predominantes foram o petroquímico, o siderúrgico e o automobilístico. O desenvolvimento tecnológico foi acompanhado pela maquinofaturagem, produção em série, padronização, riscos de superprodução e internacionalização do capitalismo.

Os poços de petróleo dominaram a paisagem de algumas regiões dos Estados Unidos.
O petróleo

Essa nova fonte de energia substituiu o carvão nos lares, na indústria e nos meios de transporte. Nos Estados Unidos, a primeira extração petrolífera ocorreu em 1859. Utilizado inicialmente para iluminar as ruas e as casas, rapidamente tornou-se o combustível mais utilizado, graças à invenção do automóvel.

Os novos meios de transporte

O descobrimento do motor a explosão revolucionou os meios de transporte. Os trens, barcos, automóveis e aviões passaram a funcionar com derivados de petróleo, como a gasolina, deixando para trás os velhos sistemas de transporte a vapor. O bonde e o metrô conseguiram se impor nas grandes cidades. A distância entre os continentes diminuiu graças ao avião, e o comércio e a indústria se desenvolveram em nível mundial.

A invenção do avião

A invenção do avião trouxe inegáveis benefícios, especialmente para a indústria e para a área militar. A autoria do feito, no entanto, ainda é polêmica. Em 1903, os irmãos Wilbur e Orville Wright, americanos, afirmaram ter realizado um voo (em 17 de dezembro de 1903) sem testemunhas. Distribuíram uma foto do feito e no ano seguinte, tentaram uma demonstração para a imprensa. Em 9 de setembro, Wilbur voou, mas a aeronave norte-americana decolava com auxílio de uma catapulta e de um terreno em declive para ser lançada. Somente em 1910, os dois irmãos conseguiram desenvolver uma aeronave com propulsão. Quatro anos antes, em 23 de outubro de 1906, o brasileiro Alberto Santos Dumont levantara voo diante de uma comissão do Aeroclube da França em uma aeronave com propulsão interna. Para os Estados Unidos e alguns outros países, os irmãos Wright são os precursores da aviação. Para brasileiros e franceses, a invenção do avião é creditada a Santos Dumont.


Anterior Início Próxima