Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

As treze colônias

Clique na imagem para ampliar.
A Inglaterra havia estabelecido treze colônias na costa atlântica da América do Norte, agrupadas sob o nome de Nova Inglaterra. Algumas dessas colônias tiveram grande desenvolvimento econômico. As do sul exportavam tabaco, café e arroz; as do centro, madeira e trigo; as do norte, peixe em conserva e navios. Desenvolveu-se um "comércio triangular" entre essas colônias, a América Central, a África e a Europa. O controle de Londres impedia um crescimento maior, pois o governo inglês temia que essas colônias fossem competir com sua própria economia.

O processo de Independência

Em Boston, os norte-americanos,
disfarçados de índios, invadiram os navios ingleses e lançaram ao mar seu carregamento de chá.
A imposição de novos impostos e o monopólio do chá irritaram os comerciantes da Nova Inglaterra. Em dezembro de 1773, os norte-americanos de Boston invadiram alguns navios ingleses aportados e lançaram ao mar seu carregamento de chá. O governo britânico reagiu com as "leis intoleráveis". Os colonos organizaram o 1º Congresso Continental de Filadélfia, protestando contra a tributação excessiva. Em 1776, no 2º Congresso, representantes dos treze Estados assinaram a Declaração de Independência, marcando o início da guerra. Depois de cinco anos de combates, os norte-americanos (auxiliados pela França) venceram os ingleses.

A Constituição

Em 1787, de acordo com os ideais progressistas vindos do Iluminismo, os Estados recém-independentes enviaram representantes à Convenção Constitucional de Filadélfia, onde se decidiria a futura organização do país. A Constituição dos Estados Unidos estabeleceu uma república presidencialista e um modelo federalista, em que cada Estado da União mantinha sua soberania. Esta Constituição garantiu também a separação de poderes e o controle presidencial por parte das Câmaras. Pelo conteúdo democrático, serviu de modelo para todas as constituições modernas.

O presidente Washington

George Washington foi eleito presidente dos Estados Unidos em 1789. Teve, no entanto, muita dificuldade para combater as disputas internas de seu governo. Em 1794, assinou um tratado comercial com a Inglaterra, sendo acusado de traição por seus aliados. Em 1796, incomodado com as críticas, deixou o cargo.

Para lembrar:

George Washington foi um político muito polêmico, mas destacou-se por seu prestígio pessoal como militar. Serviu o exército entre 1753 e 1758. Voltou a pegar em armas para combater os ingleses em 1775. Com a ajuda dos franceses, atacou as tropas da metrópole. Apesar da superioridade militar dos ingleses, os norte-americanos conseguiram expulsá-los do seu território.


A conquista do Oeste no século XIX

Os colonos realizaram duras travessias para chegar ao seu destino.
Os Estados Unidos foram aos poucos aumentando seu território. O novo país comprou a Louisiana dos franceses, a Flórida dos espanhóis e incorporou o Texas (território mexicano). A partir de 1850, com a febre do ouro, os Estados do Pacífico foram colonizados. Na segunda metade do século XIX, iniciou-se a unificação do território norte-americano mediante a conquista das zonas ocupadas pelos índios.


Anterior Início Próxima