Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Unificação alemã

Clique na imagem para ampliar.
No século XIX, a Alemanha (Confederação Germânica) estava dividida em cinco reinos e diversos organismos políticos. Aos poucos, no entanto, a ideia da unidade alemã foi se consolidando. Em 1834, foi criada uma unidade aduaneira ("Zollverein"). A liderança pangermânica era disputada pela Áustria e Prússia. Em 1866, graças aos meios bélicos, a Prússia venceu a Áustria. Após essa vitória, liderou uma Confederação da Alemanha do Norte, que seria a base da unificação do país.

O Império Alemão

A ata da fundação do Império alemão foi assinada em Versalhes em 18 de janeiro de 1871. O Império reunia os 25 Estados e uma primeira conquista: os territórios franceses de Alsácia e uma parte de Lorena. Bismarck impôs essa anexação para impedir à França qualquer guerra de revanche. A partir de então, Bismark passou a dominar a cena europeia.
 

Para lembrar:

Otto von Bismarck era um político prussiano extremamente conservador. Em 1862, foi nomeado primeiro-ministro da Prússia. Liderou a resistência dos Estados do sul da Alemanha contra a ameaça expansionista francesa. Em 1870, derrotou militarmente os franceses, levando à queda de Napoleão III e à proclamação da III República francesa. Assim, conseguiu unificar amplos territórios germânicos no II Reich ou Império (que agrupava 25 Estados). Bismarck, governando com punho de ferro, conseguiu transformar a Alemanha em uma grande potência. Isso rompeu o equilíbrio político e acirrou as disputas entre os países europeus, o que desencadearia a Primeira Guerra.


Anterior Início