Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

O fundamentalismo islâmico

Na nova ordem mundial, a emergência do fundamentalismo islâmico trouxe de volta o "fantasma muçulmano" que ameaçou o Ocidente europeu a partir do século VIII. Interpretando rigidamente a sharia (a lei do Corão), os fundamentalistas querem a observação total das tradições religiosas no cotidiano político, econômico e social, a fim de formar um Estado islâmico puro. Num contexto de miséria e recessão econômica, os marginalizados constituem a base social de apoio a esses movimentos, que usam de ações clandestinas e violentas. Também no Oriente Médio o fundamentalismo vem alimentando conflitos.

Anterior Início