Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Guerra de movimento e guerra de posição

Uma estratégia fracassada
Mobilização para o recrutamento de tropas em Paris.

Em 1914, acreditando que os enfrentamentos durariam pouco tempo, os dois blocos de alianças iniciaram a chamada 'guerra de movimentos'. Para vencer a guerra, a Alemanha idealizara o Plano Schlieffen: consistia em lançar uma ofensiva rápida contra a França e depois voltar-se contra a frente russa. O plano, porém, fracassou e os alemães foram detidos no Marne. As esperanças de uma guerra curta estavam perdidas. Era o início da 'guerra de trincheiras', que duraria quatro longos anos.

Para lembrar:

A Primeira Guerra Mundial teve características desconhecidas até aquele momento: além de surpreender por sua duração e extensão, acabou envolvendo países em todos os continentes. Também causou espanto pelo nível de mobilização — cerca de vinte milhões de pessoas —, pelo tipo de armamentos e por que pela primeira vez a economia se organizou em função da guerra.

A guerra de trincheiras

Após o fracasso da guerra de movimentos, as frentes ocidentais se estabilizaram e começou a chamada guerra de desgaste ou guerra de trincheiras (1915-1918). Os soldados já não lutavam, apenas se escondiam nas trincheiras, esperando um possível ataque inimigo. Após um ano de guerra e mais de meio milhão de mortos, as frentes não foram modificadas. Esta estabilidade permitiu que a Alemanha atacasse a frente oriental, fazendo os russos recuarem. As armas também se adaptaram à nova situação.

Para lembrar:

As trincheiras eram quilômetros de fossos, protegidos por sacos de terra e reforçados com cimento. Geralmente, eram dispostas em várias linhas unidas por passagens com cercas de arame na parte dianteira. Nas trincheiras da linha de frente, os soldados sofriam todo o tipo de incômodos e perigos.

A vida na trincheira

Os soldados viviam escondidos nas trincheiras, esperando um possível bombardeio. As condições de vida eram duras. A fome e a falta de higiene provocavam doenças e mortes. As trincheiras se transformaram em fossas abertas e os cadáveres atraíam os ratos. O cansaço e desespero eram generalizados.

A retaguarda

Fábrica de projéteis e armamentos pesados.
A fome, a morte e o desespero também eram constantes na retaguarda. As famílias estavam destroçadas, faltavam alimentos e as epidemias atacavam os velhos e as crianças. Foi preciso passar o trabalho para as mãos das mulheres. Enquanto isso, a guerra enriquecia o setor da sociedade que comerciava armas, alimentos e roupas. Após anos de guerra, a tensão social era muito forte. Em consequência, estouraram greves e motins que obrigaram os governos a controlar a opinião pública por meio da censura de informações.


Anterior Início Próxima