Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Período Nixon (1968-1974)

O desgaste do governo do democrata Lyndon Johnson facilitou a vitória do republicano Richard Nixon, em 1968, e sua reeleição em 1972. Na política externa, Nixon e seu secretário de Estado, Henry Kissinger, retomaram a reaproximação com o bloco socialista (Détente), sem abrir mão das tradicionais ofensivas.

Marcos da política externa

O processo de aproximação dos Estados Unidos com a China forçou a União Soviética a encarar a antiga aliada asiática como nova rival. O interesse na concretização das relações sino-americanas somado à ampliação das pressões da opinião pública (particularmente da juventude influenciada pelas manifestaçãoes de Maio de 1968) contra a participação americana no conflito asiático, forçaram Nixon a negociar a saída dos Estados Unidos da Guerra do Vietnã.

Para lembrar:

No Chile, o governo do socialista Salvador Allende, eleito democraticamente, terminou sob violento golpe militar comandado pelo general Augusto Pinochet, em 1973. O apoio formal norte-americano garantiu a emergência de mais esta ditadura militar na América Latina.

Política interna

O segundo mandato de Nixon foi interrompido em 1974 por causa do Escândalo Watergate. O caso Watergate foi uma tentativa do partido Republicano (de Nixon) de espionar a sede do Partido Democrata, instalada no edifício Watergate, em Washington, durante a campanha para sua reeleição, em 1972. O escândalo durou dois anos, mas após uma série de graves denúncias contra o presidente, balizada pela incansável busca por provas comandada por repórteres do jornal Washington Post, Nixon renunciou, evitando o processo de impeachent.


Anterior Início Próxima