Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Evolução histórica

Problemas do capitalismo

Marx e Engels apontavam como principais problemas do capitalismo a concentração da riqueza nas mãos de poucos, ocasionando grande desigualdade social, e a exploração desmedida da classe trabalhadora – o proletariado –, que acabaria se rebelando contra isso. Em O Manifesto Comunista (1848), os filósofos instigam os trabalhadores a se unir para tomar o poder das mãos dos capitalistas.
Segundo Marx e Engels, os próprios problemas internos do capitalismo (veja o quadro ao lado) seriam os responsáveis pela derrocada desse sistema econômico. Aconteceria, então, sua substituição pelo socialismo, como estágio inicial de um período evolutivo até o comunismo, que seria o ápice ou mesmo o ponto final da evolução histórica.

Pela teoria, no socialismo, a figura do Estado continuaria a existir, sofrendo enfraquecimento gradual. Já no comunismo, o Estado não seria mais necessário e cada um receberia de acordo com suas necessidades. Trata-se, literalmente, de colocar "os bens em comum".

Marx e Engels acreditavam que, para a implantação do socialismo ser bem-sucedida, era necessário que o país tivesse alcançado um grande desenvolvimento capitalista. Aí se encontra uma das principais diferenças entre as teorias do século XIX e o socialismo real do século XX. Veja por quê.


Anterior Início Próxima