Busca  
  Era Contemporânea   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Crise no socialismo

Status pessoal era o veneno do comunismo soviético.
A partir do final dos anos 80, a crise pela qual passava o socialismo real ficou mais nítida e insustentável. Foram várias as razões da crise do mundo socialista, tanto internas quanto externas, tais como:

• A planificação da economia fazia com que os planos tivessem força de lei e, por um período de cinco anos, a vida econômica do país limitava-se a atingir determinados objetivos propostos, "cumprir metas estabelecidas", sem que os diretores nomeados para as empresas ganhassem autonomia.
• A ausência de liberdades democráticas, representada pela existência de um só partido político e dos privilégios que determinados segmentos da sociedade – principalmente os burocratas e autoridades do partido único – possuíam.
• Os efeitos da propaganda do capitalismo – o sonho de consumo, as liberdades e oportunidades individuais, o sucesso pessoal no mundo ocidental –, que conseguia penetrar no mundo socialista, contribuindo para aumentar a insatisfação do povo.


Anterior Início Próxima