Busca  
  Idade Média   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

Igreja e cultura

A Igreja desenvolveu um importantíssimo trabalho civilizador: evangelizou os povos
germânicos e transmitiu os métodos de cultivo da terra. Ao mesmo tempo, conservou
e difundiu a cultura da Antiguidade, que estava se perdendo em contínuas guerras.
Os mosteiros eram os centros culturais da época.

A vida num mosteiro

A vida diária dos monges obedecia uma série de normas ou regras. A mais importante
foi a de São Bento (regra beneditina), resumida na expressão "ora et labora".
Os monges oravam e trabalhavam; para eles, trabalhar era uma maneira de servir a Deus.

Para lembrar:

As bibliotecas dos mosteiros eram as únicas que existiam na Europa ocidental cristã. Ali, eram conservados os livros romanos de leis e de filosofia, as bíblias etc. Os livros eram copiados à mão (manuscritos), garantindo sua preservação. A cultura era dominada pela Igreja e a língua da cultura era o latim. Não só a filosofia, como a pintura, a escultura e a arquitetura também estavam a serviço da Igreja.


Os reinos cristãos

Europa no ano 1000. Clique na imagem para ampliar.
Por volta do ano 1000, o cristianismo se estabeleceu como religião oficial e deu unidade aos países que formavam o novo mapa político da Europa. No leste europeu, ficava a Polônia, o reino da Hungria e o principado de Kiev. A oeste, os reinos da Península Ibérica, o reino da França, o da Borgonha e o da Itália. No centro da Europa, estendia-se o império germânico. Em 1066, após a conquista normanda, também a Inglaterra adotou o cristianismo como religião oficial.


Anterior Início Próxima