Busca  
  Idade Média   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A expansão do Islã

A expansão do Islã. Clique na imagem para ampliar.
Começou no ano 622, quando Maomé fugiu de Meca para Medina. Esse ano é chamado "ano da Hégira" (fuga) e marca o início do calendário muçulmano. Após a morte de Maomé, em 632, o Islã se espalhou por vários territórios. No século VII, conquista a Síria, Palestina, Pérsia, Egito, Mesopotâmia e Cartago. O Império Bizantino conseguiu deter sua expansão na Ásia Menor. No século VIII, consolidou seu domínio no norte da África e invadiu a Europa pela península Ibérica, área que recebeu o nome de Al-Andalus. Os francos, liderados por Carlos Martel, impediram sua expansão pela Europa na batalha de Poitiers (ou Tours), em 732.

O califa abássida Harun al-Raschid (786-809), miniatura de Behzad (Biblioteca Nacional, Paris.
Os califados


O califa era o sucessor de Maomé e representante de Alá na terra. Exercia as funções de chefe supremo em todas as áreas: religiosa, política, militar e judicial. Nomeava e destituía seus ministros (vizires), os governadores das províncias (emires) e os administradores da justiça nas cidades (cadies). Damasco e Bagdá foram as capitais dos califados mais importantes: o Omíada e o Abássida.


Anterior Início Próxima