Busca  
  Idade Moderna   
Ciências Humanas e suas Tecnologias.  

A Revolução ultrapassa as fronteiras

De 1792 até 1799, as guerras externas dominaram o panorama político da França. Sob as ordens de Napoleão, os franceses conseguiram derrotar os monarcas absolutistas e também o Reino Unido, que se aliara a eles. A Bélgica, o oeste da atual Alemanha e o norte da Itália passaram a depender da República Francesa. Em todos esses territórios foram aplicadas leis semelhantes às que vigoravam na França, nascidas parcialmente da Revolução. O absolutismo foi abolido e o poder da nobreza desapareceu.

Napoleão Bonaparte

A carreira militar de Napoleão foi alavancada pelas mudanças que o exército francês sofreu ao longo da Revolução. A fuga de grande parte dos oficiais (de origem nobre) facilitou sua ascensão. Em 1793, foi nomeado general. Nas campanhas da Itália (1796-1797) e do Egito (1798-1799) adquiriu enorme prestígio. A incapacidade dos regimes políticos revolucionários de consolidar-se favoreceu sua carreira política, que culminou quando foi coroado imperador.

Liberdade, igualdade, fraternidade

Os princípios da Revolução Francesa podem ser expressos simbolicamente neste slogan: "Liberdade, igualdade, fraternidade". A liberdade dos indivíduos baseia-se na igualdade perante a lei. A fraternidade entre as pessoas só pode existir se houver respeito à liberdade de cada uma e se todas forem tratadas da mesma maneira. Os regimes políticos democráticos de hoje se inspiram nesses mesmos princípios.


Anterior Início