Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  

Furacão Catarina
Furacão ou ciclone extratroplical? Enquanto os meteorologistas discutiam como classificar o fenômeno, na madrugada de 29 para 30 de março de 2004, chuva e ventos a mais de 150 km por hora varreram uma fatia de quase 200 km do território brasileiro, do sul de Santa Catarina ao nordeste do Rio Grande do Sul. Mais de 32 mil casas foram danificadas – milhares totalmente destruídas –, 14 municípios ficaram sem energia elétrica, 10 sem água e 11 sem telefones. O furacão/ciclone ganhou o nome de Catarina e sua passagem destruiu a segurança de quem considerava que o Brasil estava fora da rota dos grandes desastres climáticos.

Veja como os cientistas explicam o fenômeno.
 
Veja também
Ciclones no Brasil

 
» A performance do Catarina
» A diferença entre furacão e ciclone
» Falha na interpretação ou falta de equipamentos?

Próxima