Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  

As vilas medievais
Na Idade Média, as cidades perderam sua importância. A atividade econômica básica era a agricultura.

A ruralização da sociedade. Com a queda do Império Romano do Ocidente – no ano de 476 –, as cidades e o comércio perderam sua importância. A agricultura e a criação de gado tornaram-se as atividades básicas da economia. A única fonte de riqueza naquela época era a posse de terra. Cada comunidade vivia de suas plantações e de seus animais. Assim, a sociedade volta a ser rural, bem diferente da sociedade urbana que fora criada por Roma.

Os feudos. Na sociedade medieval, a economia era predominantemente agrária e as atividades comerciais, limitadas, devido ao lento processo de ruralização. Por isso, a sociedade passou a se organizar em feudos – espaço territorial e político dominado por um suserano ou senhor feudal. No feudo havia cultivo de alimentos e criação de animais. A forma de trabalho característica daquela época era a servidão, marcada pelas obrigações devidas pelos camponeses semilivres ao senhor feudal em troca de proteção. Somente o papado ficava acima da sociedade e era o poder máximo. Com o passar do tempo, o feudalismo foi perdendo importância e as cidades e o comércio ressurgiram.

Reprodução
Representação de vila medieval européia.

Você sabia?
Os castelos medievais eram fortalezas que protegiam seus habitantes, o senhor feudal e sua Corte. No interior do castelo havia um grande pátio central e uma torre alta, onde vivia o senhor. Durante as guerras, os camponeses buscavam proteção no interior das muralhas.

Veja também no Klickeducação
Fatos que marcaram o início da
Idade Média

Descubra a resposta aqui.
O que foi o feudalismo?
Veja como a sociedade feudal se organizava.

Para saber mais na internet
Cenas medievais
Divirta-se com as imagens de castelos, cerimônias religiosas e até de objetos usados na Idade Média.

Anterior Início Próxima