Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  

Da Revolução Industrial aos dias de hoje
A indústria acelerou o processo de urbanização de muitas cidades européias. Boa parte delas se transformou em grandes aglomerados urbanos da atualidade.

A chegada da indústria. No século XVIII, a Revolução Industrial provocou o êxodo da população do campo para as cidades, gerando enormes concentrações urbanas. Novas classes sociais se formaram: a burguesia industrial e a classe operária assalariada. Esses trabalhadores viviam submetidos a longuíssimos horários de trabalho, disciplina rígida, baixos salários e péssimas condições de higiene, resultando em grandes danos para a saúde.

Os aglomerados urbanos. No final do século XVIII já havia 25 cidades com mais de 100 mil habitantes na Europa, entre elas Londres (Inglaterra), Paris (França), Nápoles (Itália) e Madri (Espanha). Ao longo dos séculos XIX e XX, o processo de urbanização se acelerou e as cidades cresceram muito. Muitas se transformaram em verdadeiros aglomerados urbanos, onde as cidades perdem seus limites,  formando imensas regiões metropolitanas, como Tóquio, no Japão, com 35,5 milhões de habitantes (2006) e a Grande São Paulo, no Brasil, com 18,6 milhões. Por causa do excesso de população, essas e outras aglomerações urbanas passam por graves problemas, como poluição, falta de infra-estrutura, engarrafamentos, excesso de lixo, escassez de áreas verdes e tantos outros.

Reprodução
Londres no século XVIII.

Reprodução

Metrópole de Tókio: 35,5 milhões de habitantes.

 

Veja também no Klickeducação
 O que significou a Revolução Industrial para a humanidade?
A indústria mudou a vida nas cidades. Entenda por quê.

Para saber mais na internet
 O que aconteceu na Revolução Industrial?
Saiba quais foram as mudanças sociais e econômicas.

Anterior Início