Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  

 Vulcões e vulcanismo

Fluxo de lavas do monte Etna, em erupção de 1992
   

Vulcões são válvulas de escape de grandes câmaras subterrâneas cheias de magma e gases que se formam sob a superfície da Terra. Essas câmaras de material incandescente formam-se nas bordas das placas tectônicas que constituem a crosta terrestre. A camada externa do planeta, que contém os continentes e o fundo dos oceanos, possui o aspecto de um grande quebra-cabeça cujas peças flutuam abaixo de um mar de magma. A espessura média das placas varia de cerca de 7 quilômetros sob os oceanos a mais de 14 nas que contêm os continentes.

Vulcões ativos. Pesquisadores avaliam que existem atualmente entre 500 e 700 vulcões ativos no planeta, e mesmo os considerados inativos podem voltar a entrar em erupção a qualquer momento. É difícil prever quando um vulcão entrará em atividade. As câmaras subterrâneas podem acumular pressões ao longo de séculos, como se fossem grandes panelas de pressão. Essa pressão vai empurrando as rochas da superfície até que elas cedam, expelindo lavas e cinzas pelo ambiente.

Círculos de fogo. Cerca de 80% dos vulcões ativos localizam-se no chamado Círculo de Fogo do Pacífico, que vai da Cordilheira dos Andes às Filipinas e Oceania, passando pela costa oeste da América do Norte e costa leste da Ásia. O monte Etna pertence ao chamado Círculo de Fogo do Atlântico, que envolve América Central, Antilhas, Açores, Cabo Verde, Mediterrâneo e Cáucaso. Os círculos de fogo coincidem com os limites das placas tectônicas.

Você sabia?
As ilhas vulcânicas do Havaí chegam a atingir 9.000 metros de altura, dos quais 4.200 estão acima do nível do mar.
 
Círculo de fogo: os vulcões localizam-se nas bordas das placas tectônicas.

Anterior Início Próxima