Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  


Dos sistemas tradicionais de irrigação, a aspersão tem a vantagem de poder dosar a quantidade de água necessária, embora exista certa
perda por evaporação.

A água que consumimos
Um dos maiores problemas com relação às reservas de água mundiais é o desperdício. Um cidadão europeu, por exemplo, consome aproximadamente cento e cinqüenta litros de água por dia, embora para sobreviver bastem quatro ou cinco litros. Na maioria dos países, é no campo que ocorre o maior consumo de água: a agricultura intensiva consome mais de quinhentos litros por pessoa ao dia. De 1900 até os nossos dias, a superfície de cultivo irrigado triplicou. Os sistemas tradicionais de irrigação aproveitam apenas 40% da água que utilizam. O resto evapora ou se perde.




A depuração da água pode ter apenas uma fase de eliminação das substâncias contaminadoras, caso
retorne ao rio ou ao mar, ou pode ser seguida de uma fase de tratamento completa, caso se destine ao consumo humano.

Água potável e água tratada
A água é considerada potável quando pode ser consumida pelos seres humanos. Infelizmente, a maior parte da água dos continentes está contaminada e não pode ser ingerida diretamente. Limpar e tratar a água é um processo bastante caro e complexo, destinado a eliminar da água os agentes de contaminação que possam causar algum risco para a saúde, tornando-a potável. Em alguns países, as águas residuais, das indústrias ou das residências, são tratadas antes de serem escoadas para os rios e mares. Estas águas recebem o nome de depuradas e geralmente não são potáveis.


 


Anterior Início Próxima