Busca  
  Geografia   
Ciências Humanas e suas Tecnologias  

Savana protegida
O Parque Nacional de Nairóbi é uma savana que acolhe uma centena de espécies animais e mais de 400 tipos de aves.

P.N. de Nairóbi
Guepardo

Riqueza. O Parque Nacional de Nairóbi apresenta uma grande diversidade de ambientes naturais. Amplas planícies ideais para o pasto e pontilhadas de acácias compõem o cenário predominante. O lado ocidental da reserva ecológica possui um planalto coberto por florestas rasgadas pelo Athi, um rio perene, e cortadas por penhascos. Sendo principalmente uma savana, lembra o cerrado brasileiro e, em alguns trechos, a nossa caatinga nordestina. O cerrado abriga quase 100 espécies de mamíferos, na maioria herbívoros, e mais de 400 espécies de aves.

Migração. Ao sul, o parque faz fronteira com uma área de 320 km² que engloba a reserva ambiental de Ngong e as planícies de Athi-Kapiti e Kitenguela. Esta última área desemboca no Corredor de Migração de Kitenguela, que dá acesso ao parque e por onde circulam os bichos. Entre julho e agosto, grandes manadas de zebras, gnus e elãs deixam suas campinas de origem para alimentar-se nos imensos pastos do Parque Nacional de Nairóbi, até que comece uma nova temporada de chuvas. Por ser mais procurado em certas temporadas, ele é considerado um parque sazonal.

 

 

 

 

 

 

Reprodução
Entre julho e agosto, grandes manadas de zebras, gnus e elãs deixam suas campinas de origem para alimentar-se nos imensos pastos do Parque Nacional de Nairóbi, até que comece uma nova temporada de chuvas.

Anterior Início Próxima