UFSCAR - Univ. Federal de São Carlos/2006
Física

Em um filme, para explodir a parede da cadeia a fim de que seus comparsas pudessem escapar, o “bandido” ateia fogo a um pavio de 0,6 m de comprimento, que tem sua outra extremidade presa a um barril contendo pólvora. Enquanto o pavio queima, o “bandido” se põe a correr em direção oposta e, no momento em que salta sobre uma rocha, o barril explode. Ao planejar esta cena, o piroplasta utilizou os dados gráficos obtidos cuidadosamente da análise das velocidades do dublê (que representa o bandido) e da chama no pavio, o que permitiu determinar que a rocha deveria estar a uma distância, relativamente ao ponto em que o pavio foi aceso, em m, de
a) 20.
b) 25.
c) 30.
d) 40.
e) 45.